ptendees

Revista Perfil | Capas

Como mudar de hábitos e desenvolver novas habilidades?

Como mudar de hábitos e desenvolver novas habilidades?

Uma vez que somos capazes de compreender o papel e a importância dos hábitos em nossas vidas, nosso principal desafio é transformá-los de acordo com as nossas metas.

Começamos com o AUTOCONHECIMENTO a fim de termos consciência de quem nós somos, quais nossas habilidades natas e quais habilidades precisaram desenvolver para atingir nossas metas de forma mais ágil e assertiva. Dessa forma, com o desenvolvimento de novas habilidades, você pode inclusive gerar novas fontes de RENDA Primeiro passo é compreender como acionar os seus hábitos: Visto que você já tem conhecimento de quais são os hábitos que lhe fortalecem e também quais são os que te sabotam, agora é o momento de saber como acioná-los e na sequência, como transformá-los para que se alinhem com estilo de vida que você almeja.

Nosso cérebro é uma máquina poderosa.
Ele está constantemente encontrando maneiras para se esforçar menos, criar atalhos e automatizar rotinas, apenas para economizar energia e para mudar esse “modus operando” você precisa saber como isso funciona.

Um hábito funciona em um fluxo de 3 etapas:
• Gatilho: Alguma coisa acontece e seu cérebro entende este gatilho como um chamado para entrar no modo automático e escolher qual rotina usar;
• Rotina: É uma ação física, emocional ou mental que é automaticamente acionada pelo gatilho;
• Recompensa: Um estímulo positivo ocorre e diz ao seu cérebro que aquela rotina funciona e por isso deve ser armazenada.

Entender como os hábitos são acionados é importante, pois nos dá controle sobre nós mesmos.
Ao entender os gatilhos e as recompensas, somos capazes de alterar, adaptar e criar novas rotinas, mais saudável e funcional. Criando novos hábitos: O principal motivo pelo qual as pessoas estudam esse tema é aprender a criar novos hábitos e reforçar hábitos positivos.

Simplificando, temos que nos ater a esses 3 passos:
1. Crie um novo gatilho na sua mente;
2. Associe uma rotina positiva a ele (vislumbrando os resultados que ela ocasionará);
3. Crie uma recompensa mental ou física associada à manutenção deste hábito (de preferência que essa recompensa seja saudável e alinhada com o estilo de vida que você escolheu).

Mudança ou TRANSFORMAÇÃO de Hábito?
Na verdade, os estudos científicos nos mostram que os hábitos não são facilmente removidos, eles precisam ser transformados. E eles só se transformam se uma nova rotina puder substituir a rotina existente com um mesmo gatilho e uma mesma recompensa. Um método extremamente bem-sucedido de mudança de hábitos são os 12 passos dos Alcoólicos Anônimos.

Conheci na minha adolescência quando acompanhava meu então padrasto nas reuniões, trata-se de um método que simplesmente propõe novas rotinas para o gatilho da necessidade física de consumir álcool e utiliza as mesmas recompensas que o álcool desperta nas pessoas, (porém de forma muito mais saudável e natural) como relaxamento, necessidade de companhia, redução de ansiedade, etc.

Porém, o método do AA, por si só, ainda tem dificuldades de transformar os hábitos das pessoas. Por isso, ele investe também na criação da crença de que as pessoas viciadas em álcool precisam da intervenção das outras pessoas. Elas precisam acreditar que tem mais gente envolvida nesta transformação para não decepcioná-las (a chamada prova social atua como âncora nesse cenário). Essa fé é um ingrediente essencial para mudar hábitos, pois a mudança ocorre a partir do momento que nos comprometemos perante a sociedade.

Mas por onde começar?

1. Tome consciência da sua rotina, (Agenda funcional)
2. Torne suas recompensas mais saudáveis,
3. Isole o gatilho,
4. Crie e siga um plano de ação (PDA).

1. Tenha consciência da sua rotina: Apesar de nem sempre ela ser óbvia e muitas vezes ela seja inconsciente, o importante é que você seja capaz de analisar seus comportamentos e planejar como mudá-los. Identifique o que você quer mudar, tempo ocioso ou improdutivo, ou seja, tudo aquilo que não te aproxima dos seus sonhos deve sair da sua rotina antes de ir para o segundo passo;

2. Experimente recompensas mais saudáveis: Se você não consegue trocar rotinas ruins por novas rotinas, é preciso aprender a jogar com as recompensas. Se você está comendo comidas ruins e se alimentando de forma nada saudável antes de dormir, por exemplo, você deve substituir a recompensa desta rotina. Substitua a comida por algo saudável, que você goste, ou apenas descanse por alguns minutos. Depois disso, ligue um cronômetro, aguarde 15 minutos e pergunte-se se você ainda sente a mesma vontade de comer fast food. Se sim, você ainda não identificou o gatilho do hábito. Experimente recompensas diferentes até que você descubra qual gatilho aciona aquele mau hábito. Se por acaso, neste exemplo o gatilho era sua fome, entenda que você pode superar a fome comendo coisas diferentes, como um lanche saudável. Se o gatilho deste hábito é cansaço, tire alguns minutos para descansar.

3. Isole o gatilho: Se você sabe qual recompensa satisfaz aquele gatilho, ainda é necessário entender o gatilho mais a fundo.

Os gatilhos mais comuns tendem a ser sempre relacionados a 5 categorias principais:
* Um horário: Quando surge esta rotina?
* Um estado emocional: Como você se sente quando surge esta rotina?
* Um lugar: Onde você se encontra quando surge a rotina?
* Outras pessoas: Com quem você está quando ela aparece?
* Uma próxima ação clara: Quando você tem algo a fazer e a rotina é acionada.

Se você tem um hábito que precisa eliminar, anote os lugares, horários, sentimentos, com quem você está e quais os próximos passos antes daquela rotina aparecer. Depois de algumas repetições, você começará a entender o SEU padrão.

4. Crie um plano de ação e PERSISTA: Uma vez que você entendeu os 3 principais componentes do hábito, fica fácil planejar uma nova rotina que lhe traz a mesma recompensa para o novo hábito.
Fique alerta até que o gatilho apareça e aja de acordo com o plano. Se funcionar e você tiver a força de vontade para repetir este novo condicionamento sempre, você será capaz de transformar seus hábitos e conquistar a sua rotina de sucesso através da construção da sua agenda extraordinária.

Ah, e o mais importante, NUNCA PARE DE AGIR, jamais desista de seus sonhos

 

Aline Salvi


Empreendedora há 25 anos

CEO do Instituto de Desenvolvimento Profissional - Mentoria 360*;
Sócia do Instituto Êxito de Empreendedorismo;
Autora Best Seller, Palestrante.


#KeepGoing #NeverGiveUp #VivaSuaMelhorVersão

Date

25 Mai 2022

Tags

Aline Salvi, Colunistas

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br