ptendees

Revista Perfil | Capas

Mais diverso, maior sucesso

Mais diverso, maior sucesso

Um dos temas mais em voga na atualidade é a questão da diversidade. Evoluímos como sociedade e, hoje, incluir é uma premissa.

Mas pensar em diversidade não tem apenas o viés social e ético; soma-se também o aspecto econômico. No âmbito empresarial, ter equipes diversas é importante até mesmo para ter melhores ideias.

É preciso pensar a diversidade mais a fundo, saindo de questões como preconceito e exclusão social – embora estas sejam de grande relevância, do ponto de vista empresarial, o pensamento deve ir além. Ora, é preciso ter em mente que vivências diversas trazem pontos de vista diversos, que, por sua vez, podem resultar em ideias melhores. Imagine juntar, na mesma equipe de trabalho, pessoas com diferentes históricos de vida, de segmentos diferentes da sociedade. Cada uma dela poderá ter uma opinião diferente sobre determinado tema e a conjunção de todas tem potencial de gerar uma solução mais acurada para o problema em questão.

A diversidade não traz benefícios só para a empresa, mas também para os próprios colaboradores. Estando em contato com pessoas que vêm de “lugares” diferentes, todo mundo pode trocar ideias, experiências, partilhar vivências e pensamentos, criando uma sinergia interessante onde todos têm a ganhar e crescer.

É preciso, inclusive, que a gestão estimule esse intercâmbio entre a equipe, pois ele tem muito potencial de gerar conexões poderosas e um melhor trabalho. Ao entender o mundo do outro, eu acabo expandindo meus horizontes de pensamento e posso também raciocinar em direção a algo diferente.


Se uma empresa busca ser diversa, ela deve estabelecer políticas bem definidas para tal. A formação das equipes pode e deve levar em conta critérios de diversidade. Cabe ao setor de capital humano trabalhar nesse sentido, não só nas contratações, mas – e principalmente – no dia a dia, capacitando e reciclando os funcionários. O estímulo à quebra de barreiras e preconceitos é crucial.

Proponho uma reflexão: que equipe poderia ter uma solução mais robusta para um problema, uma formada por pessoas “parecidas” ou uma mais “diferente”? De certo, a segunda opção, uma vez que os diversos pontos de vista chegariam a um denominador mais abrangente. Esse pensamento diverso é proveitoso principalmente na criação de produtos e serviços, por exemplo, uma vez que impacta na relação de uma empresa com seu público e mesmo em sua imagem. Saber ser diverso é, cada vez mais, questão de sobrevivência e crescimento.

 

Janguiê Diniz


Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional;
Presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo.

Date

25 Mai 2022

Tags

Colunistas, Janguiê Diniz

Revista Perfil:

Mais Conceituada do Brasil 


Baixe o nosso aplicativo

 

Entrar em contato

| Revista Perfil - Editorial

| Tapejara/RS

| Praia Brava - Itajaí/SC

| Jardim Paulista - São Paulo/SP

 

Contato:  Revista Perfil     contato@perfilrevista.com.br